O mercado de caminhões segue em ótimo momento de acordo com dados da Fenabrave deste mês de agosto. Até aqui, no acumulado do ano,

O mercado de caminhões segue em ótimo momento de acordo com dados da Fenabrave deste mês de agosto. Até aqui, no acumulado do ano, foram comercializados 82.189 caminhões novos. O resultado fica abaixo, apenas, do registrado em 2014, quando foram emplacadas 87.789 unidades, no mesmo período.

“Não fosse a falta de componentes, o resultado seria ao menos 20% melhor”, garante Alarico Assumpção Júnior, Presidente da FENABRAVE..

Em função dessa falta de insumos, o segmento opera com agendamento de entregas a partir de 2022. “A alta demanda e a recuperação das vendas são consequência, principalmente, do agronegócio. Com relação ao crédito, a cada 10 propostas enviadas aos bancos, 8,6 são aprovadas”, conclui Assumpção Júnior. As projeções da entidade apontam para um aumento de 30,5% na comercialização de caminhões novos este ano.

Ainda mais, fique por dentro das notícias através das nossas redes sociais: Instagram e Twitter 

Ônibus

Apesar da melhora nos números de emplacamentos de ônibus em agosto, para o Presidente da FENABRAVE, ainda não se pode afirmar que o segmento vive um momento de retomada, significativa, das vendas.

“Os clientes, que são, em sua maioria, empresas de transporte urbano e rodoviário, ainda não se recuperaram da queda no faturamento. Por isso, se mantêm cautelosos em relação a novas aquisições”, alerta Assumpção Júnior.

A FENABRAVE estima crescimento de 10,6% para este segmento em 2021.

LEIA MAIS: Acompanhe o impacto da pandemia de coronavírus no transporte rodoviário de cargas e passageiros

Compartilhe nas redes sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here