Governo do Estado de São Paulo lança o primeiro Centro de Operação Remota (COR) para monitorar as rodovias concedidas. Por enquanto, as estações

Estão em São Paulo as 14 melhores rodovias brasileiras, de acordo com a 24ª Pesquisa Rodoviária da Confederação Nacional do Transporte (CNT). O levantamento sobre a qualidade das estradas brasileiras foi divulgado nesta quinta-feira, 02 de dezembro.

A primeira colocada neste ranking nacional é a Rodovia Euclides da Cunha (SP- 320 – trecho Rubinéia/Mirasol), administrada pelo DER – Departamento de Estradas e Rodagem, do Governo de São Paulo. As outras 13 são concessionadas e estão sob a gestão da ARTESP – Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo.

“É desafiador liderar o ranking e manter a qualidade das nossas estradas. Mais que investimentos, é preciso planejamento estratégico para superarmos os desafios de logística que se impõem. Olhamos este retrato com o compromisso de buscar inovação em nossa infraestrutura rodoviária”, afirma Rodrigo Garcia, vice-governador e secretário de Governo de São Paulo.

O segundo lugar do ranking nacional é ocupado pela Rodovia dos Bandeirantes (SP-348), sob concessão gerida pela ARTESP. A Bandeirantes, aliás, é a rodovia que mais conquistou resultados positivos na Pesquisa da CNT entre os anos de 2009 e 2021. Nas últimas doze edições do levantamento (de 2009 a 2019 e 2021), conquistou a primeira colocação em sete edições (2012 a 2018) e a segunda posição em 5 (2009, 2010, 2011, 2019 e 2021), sendo a mais premiada no período. A Rodovia João Baptista Cabral Rennó (SP-225 trecho Itirapina/Santa Cruz do Rio Pardo), também concedida, ficou em terceiro lugar no ranking nacional.

LEIA MAIS: Acompanhe o impacto da pandemia de coronavírus no transporte rodoviário de cargas e passageiros

“Estamos bem felizes e orgulhosos por ocuparmos os primeiros lugares entre as melhores rodovias do Brasil. Este resultado consolida o trabalho que é feito pelo Governo Paulista desde janeiro de 2019, quando assumiu a atual administração, com ações concretas, planejamento e recursos previstos no orçamento estadual. Entre as centenas de obras, prontas ou em andamento, temos mais de R$ 10 bilhões em investimentos em quase 8 mil quilômetros de rodovias que estão sendo modernizadas e recuperadas pelo Estado”, comemorou o secretário estadual de Logística e Transportes, João Octaviano Machado Neto.

Compartilhe nas redes sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here