A empresa Artali Indústria Metalúrgica, de Caxias do Sul, desenvolveu duas tecnologias que podem ser integradas em ônibus.

A empresa Artali Indústria Metalúrgica, de Caxias do Sul, desenvolveu duas tecnologias inéditas que podem ser integradas em veículos tanto urbanos quanto rodoviários. Trata-se de travamento de portas e o sistema antiesmagamento. Assim, garantindo total segurança para passageiros e operadores. O sistema já está sendo utilizado por empresas de transporte urbano do Rio Grande do Sul e do Paraná.

A linha Mecanismos Universal permite ainda padronizar os sistemas de abrir e fechar portas. Assim, permitindo a instalação em qualquer ônibus, independentemente da marca. O diretor geral da Artali, Clodoaldo Fonseca, explica que a ideia surgiu após a verificação do aumento crescente de incidentes. “Atualmente, não há uma padronização na fabricação de ônibus, cada marca, cada modelo possui suas especificidades. Dessa forma, resolvemos desenvolver as tecnologias que universalizassem os sistemas, garantindo dispositivos inéditos de segurança”, ressalta.

Leia também: Marcopolo entrega 20 novos ônibus para Grande Vitória

O mecanismo universal de portas para ônibus urbanas é compacto. Pesa apenas 6 kg, conta com amortecimento pneumático funcional, dois pontos de regulagem, montável em todos os vãos de porta. Além de alta ciclagem 1.000.000 de ciclos e torque constante 125n/m a 8bar. Entre as vantagens de aplicação estão a diminuição de solda, praticidade de montagem, padronização de códigos, redução no tempo de montagem e de regulagem, baixo custo de manutenção preventiva e de manutenção corretiva.

Já as vantagens do mecanismo de portas para ônibus rodoviárias estão no peso de apenas 12 kg, torque constante 314N/m a 8BAR, amplitude angular 130°, não requer soldagem, alta ciclagem 1.000.000, baixo custo de manutenção preventiva, baixo custo de manutenção corretiva e preparado para receber sistema de anti esmagamento, travamento de segurança e fim curso (pneumático, elétrico e indutivo).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here