Leilões portuários garantem R$ 2,6 bi em investimentos para os setor

Nesta semana, ocorreu a formalização das concessões da Companhia Docas do Espírito Santo (Codesa) e três terminais portuários

Os recentes leilões no seguimento portuário garantirão, aproximadamente, R$ 2,6 bilhões em investimentos privados no setor.

Os recentes leilões no seguimento portuário garantirão, aproximadamente, R$ 2,6 bilhões em investimentos privados no setor. Nesta semana, ocorreu a formalização das concessões da Companhia Docas do Espírito Santo (Codesa) e três terminais portuários, na B3, Bolsa de Valores de São Paulo.

LEIA MAIS: Acompanhe o impacto da pandemia de coronavírus no transporte rodoviário de cargas e passageiros

A desestatização da Codesa trará R$ 850 milhões em investimentos privados. Já os terminais leiloados, STS11, PAR32, e SUA07, terão aporte de R$ 828,7 milhões durante a duração dos seus contratos. Além deles, a assinatura dos sete contratos de arrendamentos de áreas já concedidas pelo Governo Federal, por meio do Ministério da Infraestrutura, garante R$ 997 milhões.

Ainda mais, fique por dentro das notícias através das nossas redes sociais: Instagram e Twitter 

“É um dia histórico, o primeiro leilão de privatização portuária. Estou feliz pelos empregos que serão gerados e pela flexibilidade para a administração portuária”, destacou o então ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas. Ele acrescentou que o leilão terá impacto importante na economia do Espírito Santo, “um estado com vocação para ser um terminal de logística, uma ponte para o comércio exterior”.

Compartilhe nas redes sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu Nome aqui!