A Justiça suspendeu o aumento nas tarifas de pedágio nas cinco praças de pedágio da Ecocataratas, na BR-277. Dessa forma, postergando o aumento
movimento grande na volta das praias paranaense, Curitbanos que não quiseram votar preferiram ir para o litoral

A Justiça suspendeu o aumento nas tarifas de pedágio nas cinco praças de pedágio da Ecocataratas, na BR-277. Dessa forma, postergando o aumento de tarifas nos trechos entre Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, a Guarapuava, na região central do estado. Com isso, a decisão, de terça-feira (19), atende a um pedido da Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados do Paraná (Agepar).

Ainda mais, fique por dentro das notícias através das nossas redes sociais: Instagram e Twitter 

A decisão vale para as praças de pedágio da concessionária em São Miguel do Iguaçu, Céu Azul, Cascavel, ambas no oeste do Paraná, Laranjeiras do Sul e Candói, na região central do estado.

A concessionária retomou as tarifas integrais após o fim do acordo de leniência firmado com a Justiça, em outubro de 2019. Na ocasião, era previsto uma redução de 30% nas tarifas, em decorrência de irregularidades no processo de concessão investigadas na Operação Integração.

LEIA MAIS: Acompanhe o impacto da pandemia de coronavírus no transporte rodoviário de cargas e passageiros

A Agepar, no entanto, afirma que houve erro nos cálculos em reajustes realizados em 2016 e 2017. Por causa disso, pediu à Justiça que o aumento fosse suspenso. Os novos valores, reduzidos, ainda não entraram em vigor. De acordo com a Agepar, as planilhas encaminhadas pelo Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER-PR) estão sendo analisadas para definição da nova tarifa.

Compartilhe nas redes sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here