A justiça manteve a decisão que solicita a redução tarifária nos pedágios da BR-163. Esta é a terceira derrota em recursos da concessionária CCR MSVia

A justiça manteve a decisão que solicita a redução tarifária nos pedágios da BR-163. Esta é a terceira derrota em recursos da concessionária CCR MSVia que administra a rodovia. Desde junho, a empresa foi notificada com a solicitação de que as tarifas poderiam cair até 54,27%.

No entanto, a ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), ainda não exigiu que a concessionária diminua os preços dos pedágios. Com isso, a indefinição da entidade de aplicar as novas tarifas nas nove praças de pedágio administradas pela CCR na via, vem beneficiando a concessionária.

A data referência é o dia 14 de setembro, mas qualquer decisão só vai ocorrer nesta semana depois de terça-feira. É que a definição precisa ser aprovada em reunião da diretoria da autarquia, prevista para esta data. 

Em documento divulgado aos acionistas na semana anterior, chamado Informações Trimestrais (ITR), a CCR explica todo o processo que envolve a interrupção da duplicação da BR-163, iniciado em 2017: o recurso à Justiça, alegando quebra de contrato por parte do governo federal por não liberar empréstimo para a realização de obras; os acordos para tentar viabilizar a retomada da duplicação; e, também, os trâmites administrativos.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here