A IVECO e a FPT Industrial, marcas da CNH Industrial, junto da Nikola Motor Company vão iniciar a fabricação do Nikola Tre. Sendo assim, o motor que é movido à bateria

A Iveco e a FPT Industrial, marcas da CNH Industrial, junto da Nikola Motor Company anunciaram o início da fabricação do Nikola Tre. O veículo movido à bateria e célula de combustível a base de hidrogênio começará a ser produzido na unidade da IVECO em Ulm, Alemanha, por meio da joint venture europeia.

Essa parceria estratégica e exclusiva do setor de caminhões para serviços pesados fez a CNH Industrial adquirir uma participação de US$ 250 milhões na Nikola, como o principal investidor da Série D.

Ainda mais, siga-nos no Instagram e fique informado sobre tudo que acontece no setor de transportes

Hoje, o espaço em Ulm é o núcleo de engenharia de chassi da Iveco. A região dedicou investimentos substanciais para financiar projetos de pesquisa e desenvolvimento na área, que tem uma forte indústria automotiva e parcerias de projetos estratégicos. Portanto,  significa que a fábrica vai se beneficiar da proximidade com os principais fornecedores.

Além disso, o governo federal alemão lançou recentemente a versão preliminar da Estratégia Nacional para o Hidrogênio. Tendo como objetivo expandir o papel de pioneirismo das empresas em relação às tecnologias de hidrogênio. Nesta estratégia, o país vai reservar um total de dois bilhões de euros para financiar programas de inovações de hidrogênio, que incluem o desenvolvimento da infraestrutura de distribuição necessária.

Valores, prazos e diferenciais

No primeiro estágio do projeto, serão investidos €40 milhões pela empresa da joint venture para aprimorar as instalações de manufatura, que vão se concentrar na montagem final do veículo. Dessa forma, a previsão é que o início da produção ocorra no primeiro trimestre de 2021, com as entregas do Nikola Tre começando no mesmo ano.

De acordo com Trevor Milton, CEO da Nikola Motor Company, a iniciativa tem o propósito de emissão zero. “O Nikola Tre está provando ser o caminhão articulado mais moderno do mundo e vai continuar definindo o padrão de veículos com emissão zero hoje e no futuro. O mundo está pronto para o transporte de cargas sem emissões e essa joint venture entre a Nikola e a Iveco será a primeira a oferecer isso.”

Os primeiros modelos a entrarem em produção serão os caminhões articulados elétricos a bateria 4×2 e 6×2. Os veículos têm baterias modulares e escalonáveis com capacidade para até 720 kWh. Além disso, possuem sistema de transmissão elétrico que fornece até 480 kW de energia contínua.

Compartilhe nas redes sociais

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here