O preço médio da gasolina avançou 2,28% no mês de julho, em comparação com o mês anterior. Com isso, o valor médio do combustível ultrapassou R$ 6,00.

O preço médio da gasolina avançou 2,28% no mês de julho, em comparação com o mês anterior. Com isso, o valor médio do combustível ultrapassou R$ 6,00. Na primeira quinzena de fevereiro, o valor de R$ 5,00 foi alcançado pela primeira vez e cinco meses depois a média saltou para R$ 6,006. Desse modo, ficou 24,7% acima do registrado no fechamento de janeiro, segundo o último Índice de Preços Ticket Log (IPTL).

LEIA MAIS: Acompanhe o impacto da pandemia de coronavírus no transporte rodoviário de cargas e passageiros

O aumento da gasolina foi registrado nas cinco regiões do país e o maior percentual foi encontrado no Nordeste, com 2,69% a mais que em junho. Já o preço médio mais alto foi encontrado no Centro-Oeste a R$ 6,080. Na região Sul, os postos registraram o menor valor médio por litro, a R$ 5,776 e o menor percentual no Sudeste, com 1,53% de aumento.

Ainda mais, fique por dentro das notícias através das nossas redes sociais: Instagram e Twitter 

Além disso, no recorte por estados, a gasolina mais cara foi encontrada a R$ 6,416, no Acre. O maior aumento do preço médio foi registrado no Amazonas, onde o valor médio por litro avançou 7,50%. O menor valor foi encontrado no Amapá  a R$ 5,488. Nenhum estado apresentou redução no preço médio do combustível.

O IPTL tem como base os valores dos abastecimentos realizados em mais de 21 mil postos credenciados à Ticket Log. São 1 milhão de veículos administrados pela marca, com uma média de oito transações por segundo.

Compartilhe nas redes sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here