O Grupo Martelli, um dos maiores transportadores de grãos do Brasil, incorporou à sua frota 171 FH 540 6x4. De acordo com Genir Martelli,

O Grupo Martelli, um dos maiores transportadores de grãos do Brasil, incorporou à sua frota 171 FH 540 6×4. De acordo com Genir Martelli, sócio-proprietário da empresa, o feedback dos motoristas foi essencial para a aquisição.  “Nós compramos o caminhão que o motorista gosta de trabalhar e hoje a preferência é Volvo. Eles querem o FH”.

Leia também: Volvo traz para o Brasil o caminhão mais rápido do mundo

Segundo Martelli, a opção pelo FH é uma estratégia de manutenção do quadro e contratação de motoristas. “O FH tem potência elevada, o conforto é excelente e o motorista gosta de conduzir um caminhão imponente. A Volvo tem o melhor caminhão do Brasil. Essa é a verdade”, assegura. A venda teve ainda a participação da Volvo Financial Services, braço financeiro da montadora que financiou a maior parte do lote de veículos.

Ao todo, a transportadora possui uma fota de 1045 caminhões, 60% deles Volvo. O grupo, com sede em Jaciara, no Mato Grosso, faz o transporte de soja, milho e fertilizantes para grandes empresas como Bunge, ADM, Cofco e Cargill.

São duas rotas que partem do centro-norte e região norte do Mato Grosso.  A primeira vai até o terminal ferroviário de Rondonópolis e tem 650 quilômetros. A segunda, ao norte até o Porto de Miritituba, no município de Itaituba, no Pará. Portanto, é um trecho longo de 1.200 quilômetros pelas condições severas da BR 163.

O terminal no Pará é o ponto de partida da hidrovia do rio Tapajós até os portos de Santarém e Barcarena e de lá para os principais mercados do mundo. Em média, cada caminhão da Martelli roda 10 mil km por mês em configuração bitrem e rodotrem com capacidade de 48 a 50 toneladas de carga líquida.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here