Governo iniciará testes com dragômetro, equipamento que detecta substâncias psicoativas, como anfetamina, cocaína, MDMA, THC e outras drogas.

Governo iniciará testes com dragômetro, equipamento que detecta substâncias psicoativas, como anfetamina, cocaína, MDMA, THC e outras drogas. A tecnologia será testada em rodovias federais de 10 estado brasileiros ainda neste semestre. Esse é o primeiro passo para que o equipamento se some ao bafômetro nas fiscalizações para garantir um trânsito mais seguro.

Ainda mais, fique por dentro das notícias através das nossas redes sociais: Instagram e Twitter 

O número de motoristas flagrados dirigindo sob efeito de substâncias psicoativas praticamente dobrou, nos últimos dois anos. De acordo com levantamento da Polícia Rodoviária Federal (PRF), 390 multas foram aplicadas por esse motivo somente nos quatro primeiros meses de 2021.

LEIA MAIS: Acompanhe o impacto da pandemia de coronavírus no transporte rodoviário de cargas e passageiros

O diretor científico da Associação Mineira de Medicina do Tráfego (Ammetra), Alysson Coimbra, destaca que essas ações são fundamentais para reduzir acidentes de trânsito. “Enquanto o número de infrações por dirigir sob o efeito de álcool cai, cresce a incidência de motoristas flagrados dirigindo após consumir drogas. A maior dificuldade na identificação de sinais de uso de substâncias ilícitas pelos motoristas torna urgente a regulamentação e uso desse aparelho no país assim como já acontece há mais de dez anos em outros lugares do mundo”, afirma.

Além disso, cerca de 9 mil testes serão realizados ao longo deste semestre com apoio da PRF e do Hospital de Clínicas de Porto Alegre. As informações foram obtidas pela pela Ammetra junto ao Ministério da Justiça.

Compartilhe nas redes sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here