Governo restringe créditos de PIS e COFINS sobre diesel

A MP retira da Lei Complementar 192, de 2022 a possibilidade de aferição de créditos tributários na aquisição de diesel e outros combustíveis

O governo editou a medida provisória (MP) 1.118/2022 que desfaz a concessão de crédito tributário a empresas que comprem combustível

O governo editou a medida provisória (MP) 1.118/2022 que desfaz a concessão de crédito tributário a empresas que comprem combustível para uso próprio em 2022. A MP retira da lei que desonerou tributos na compra de combustíveis (Lei Complementar 192, de 2022) a possibilidade de aferição de créditos tributários na aquisição de diesel, biodiesel, gás de cozinha e querosene de aviação.

Ainda mais, fique por dentro das notícias através das nossas redes sociais: Instagram e Twitter 

Segundo nota da Secretaria Geral da Presidência da República, a medida “explicita os benefícios aplicáveis a produtores e revendedores dos produtos referidos” — a isenção na cobrança de PIS e Cofins.

LEIA MAIS: Acompanhe o impacto da pandemia de coronavírus no transporte rodoviário de cargas e passageiros

De acordo com o texto, a MP “não causa impacto fiscal”, pois a redação original da lei havia provocado “insegurança jurídica”, o que inibiu as empresas de buscarem crédito tributário.

Para o governo, a medida “consolida e esclarece a legislação” sobre o assunto. A Presidência da República alega que as vendas efetuadas com alíquota zero garantem a manutenção de créditos vinculados a essas operações apenas pelos vendedores.

fonte: Agência Senado

Compartilhe nas redes sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu Nome aqui!