O Ministério da Economia abriu processo para privatização da “Rodovia da Morte”, a BR-381, trecho Belo Horizonte a Governador Valadares,

O Ministério da Economia abriu processo para privatização da “Rodovia da Morte”, a BR-381, trecho Belo Horizonte a Governador Valadares, em Minas Gerais. Além disso, a decisão inclui trechos de outras rodovias. Entre estes, por exemplo, a ligação da BR-262 entre João Monlevade, no Vale do Aço, e Viana (ES). Essas desestatizações constam, portanto, na Resolução CPPI Nº 173, do Conselho do Programa de Parcerias de Investimentos -CPPI). A concessão será por 30 anos.

LEIA MAIS: Acompanhe o impacto da pandemia de coronavírus no transporte rodoviário de cargas e passageiros

O ministro da Economia, Paulo Guedes, e o secretário Especial (substituto) do PPI, Bruno Westin Prado Soares Leal, assinaram a resolução em 27 de abril. No entanto, a decisão foi publicada nesta terça (18/05).

Ainda mais, fique por dentro das notícias através das nossas redes sociais: Instagram e Twitter 

O Governo decidiu que o “valor de tarifa-teto do edital será aquele capaz de zerar o fluxo de caixa do projeto descontado pelo custo de capital regulatório”. Todavia, não fixou valor mínimo para “outorga fixa”.

Compartilhe nas redes sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here