Brasília DF 15/03/2018 O secretário nacional de Segurança Pública, general Carlos Alberto Santos Cruz, durante reunião com secretários de Segurança Pública dos estados (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

De acordo com o ministro da Secretaria do Governo, Carlos Alberto Santos Cruz, o governo de Bolsonaro está “entre a cruz e a espada” nas negociações com os caminhoneiros. O ministro afirmou que de um lado o governo fica sempre entre a decisão política e o limite econômico. A declaração foi realizada em entrevista ao jornal Globo, publicada nesta segunda-feira (22).

Durante a entrevista, o ministro ressaltou a importância do governo encontrar soluções para os problemas atuais da categoria. Porém, diz que os caminhoneiros também precisam entender as atuais restrições financeiras.

“Os caminhoneiros são trabalhadores, as condições de transporte de carga no Brasil são difíceis.  É um trabalho desgastante e honroso que move uma grande parte da economia do Brasil. Tem problemas, e o governo tem de procurar ajudar na solução, mas a categoria também tem de entender que isso tudo existe dentro dos limites do contexto econômico, de legislação, que precisa ser entendido também”, diz Carlos Alberto.

Leia Mais: Alta do diesel divide caminhoneiros e parte ameça nova greve

 

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here