O governo João Doria (PSDB) e a gestão municipal de Bruno Covas (PSDB) anunciaram que não haverá aumento na tarifa dos ônibus, trens da CPTM

O governo João Doria (PSDB) e a gestão municipal de Bruno Covas (PSDB) anunciaram que não haverá aumento na tarifa dos ônibus, trens da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) e do metrô em São Paulo.

O último reajuste da tarifa de ônibus havia ocorrido em janeiro deste ano, quando a passagem subiu de R$ 4,30 para R$ 4,40. Tradicionalmente, quando há aumento anual da tarifa, ele acontece no mês de janeiro.

Ainda mais, fique por dentro das notícias através das nossas redes sociais: Instagram e Twitter 

No entanto, na última semana, Covas e Doria decidiram revogar a gratuidade no transporte coletivo municipal e intermunicipal para idosos entre 60 e 64 anos a partir de 1º de janeiro. Em meio a fortes críticas, a gestão Doria soltou nota em que afirma que, para o congelamento da tarifa, foi levada em consideração “a crise econômica e sanitária vivida pelas famílias causada pela pandemia da Covid-19”.

LEIA MAIS: Acompanhe o impacto da pandemia de coronavírus no transporte rodoviário de cargas e passageiros

Além disso, Doria utilizou o episódio para defender a polêmica reforma administrativa aprovada por sua gestão que, segundo ele, “permite o congelamento da tarifa com responsabilidade social e de gestão pública. Assim, beneficiando mais de 8 milhões de usuários do transporte público da capital diariamente”, apesar “uma retração de 60% em média no número de passageiros em todos os modais durante o ano de 2020”.

Compartilhe nas redes sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here