Um estudo divulgado pelo Sindipeças (Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores) aponta que a frota circulante brasileira de automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus deverá superar o número de 60 milhões em 2020. Isso significa um crescimento de 3,7% para estes últimos dois anos. Até o fim de 2018 esse total era de 57,9 milhões.

De acordo com o relatório a estativa é que serão quase 40 milhões de automóveis circulando em 2020. Crescimento de 4,8% desde 2018, que registrou o volume de 37,7 milhões.

A maior alta percentual, no entanto, está prevista para ser dos veículos leves. Até o fim do ano passado eles somavam 5,3 milhões de unidades circulantes. Para 2020, esse número deve alcançar em média 5,7 milhões, o que corresponde a um aumento 7,4%.

Por outro lado, para a frota de caminhões a expectativa não é tão alta assim. Em 2018, após manter 3 anos na faixa de 1,96 milhões, o número subiu para 1,98 milhões de unidades. A previsão para o próximo ano é de um pouco mais de 2 milhões de caminhões rodando no Brasil, crescimento de 1,3% nos últimos 2 anos.

Confira aqui o relatório completo.

Fonte: Setcesp

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here