A Ford anunciou que vai eliminar 12 mil empregos na Europa até o final do próximo ano. As demissões acontecem em todo o mundo

Ford anunciou na última quinta-feira (27) que vai eliminar 12 mil empregos na Europa até o final do próximo ano. Dessa forma, a decisão faz parte do planejamento para tentar recuperar a lucratividade dos negócios. Dentre os motivos para as mudanças no setor estão a demanda estagnada e o investimento em novas tecnologias.

O desafio dos veículos elétricos e autônomos, juntamente com normas de redução de emissões poluentes tem forçado montadoras na Europa a cortar custos fixos. Portanto, reduzindo suas linhas de produtos.

Reduções globais

A Ford afirmou que interrompeu produção em três fábricas na Rússia, fechou fábricas na França e no País de Gales. Além de diminuir turnos em unidades produtivas na Espanha e Alemanha.

De acordo com a montadora, a redução de empregados assalariados será de aproximadamente 7 mil vagas. O restante são trabalhadores horistas ou com contratos em agências. A Ford Europa emprega 51 mil funcionários na Europa ou 65 mil se as joint-ventures forem incluídas na conta.

No início do ano, a Ford anunciou uma revisão de seus negócios. Dentro das decisões foi incluida a decisão de interromper produção de caminhões na fábrica de São Bernardo do Campo (SP). Além da saída desse mercado na América do Sul até o final deste ano.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here