Já tramitam na Câmara dos Deputados, 3 propostas solicitando a suspenção da cobrança de pedágio nas rodovias brasileiras durante a pandemia de coronavírus.

O fluxo de veículos de pesados nas rodovias pedagiadas registrou um avanço 1,8% em janeiro, no comparativo com o mês anterior. É o que informa o índice ABCR, divulgado pela Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias em parceria com a Tendências Consultoria Integrada. No mesmo período, os veículos leves acusaram um aumento de 1,2% no fluxo. Nos últimos doze meses, houve redução de 1,9% do índice total de veículos.

“A alta do fluxo de veículos leves ante mesmo período do ano passado interrompe uma sequência de nove resultados negativos nessa métrica, e inicia uma recomposição das perdas acumuladas no ano passado (-2,7%), embora os próximos resultados devam trazer novos sinais acerca da velocidade de tal movimento”, explica Thiago Xavier, analista da Tendências Consultoria.

O analista aponta, ainda, que o crescimento do fluxo de veículos pesados voltou ao terreno positivo, após a queda registrada no mês passado. “Na série descontada os efeitos sazonais, o indicador deu sequência em maior ritmo à alta dos últimos meses, um sinal relativamente positivo para a indústria nesse início de ano, após um fraco desempenho no último trimestre”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here