O movimento de veículos pesados, especialmente caminhões, aumentou 5,3% nas rodovias brasileiras com pedágio. Dessa forma, o aumento foi registrado

O movimento de veículos pesados, especialmente caminhões, aumentou 5,3% nas rodovias brasileiras com pedágio. Dessa forma, o aumento foi registrado em julho na comparação com os números de junho. O percentual mostra evolução no transporte de cargas de acordo com Índice da Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias (ABCR), que mede o movimento nas estradas. No entanto, na comparação com julho do ano passado, o fluxo desses veículos recuou 0,1%.

Ainda mais, fique por dentro das notícias através das nossas redes sociais: Instagram e Twitter 

O indicador é apurado mensalmente por meio de uma parceria com a Tendências Consultoria Integrada. “O movimento de pesados é influenciado pela produção e circulação de bens de primeira necessidade, como sinalizado pelo dinamismo recente da indústria de alimentos e as vendas de supermercados”, afirma Thiago Xavier, analista da Tendências.

LEIA MAIS: Acompanhe o impacto da pandemia de coronavírus no transporte rodoviário de cargas e passageiros

Segundo Xavier, a expectativa é que o índice continue a apresentar resultados positivos nos próximos meses. “O transporte de cargas foi o menos penalizado pela crise do coronavírus e tem se recuperado com mais velocidade”, afirma o especialista.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here