Os mais recentes dados sobre os custos do transporte criaram um alerta em todo o setor. O DECOPE – Departamento de Custos Operacionais e Pesquisas Técnicas e Econômicas

Os mais recentes dados sobre os custos do transporte criaram um alerta em todo o setor. O DECOPE – Departamento de Custos Operacionais e Pesquisas Técnicas e Econômicas da NTC&Logística é responsável por estudos técnicos, voltados à apuração de custos de transporte rodoviário de cargas e logística, estatística do setor, estudos macroeconômicos e formação de índices de custos referenciais que medem a inflação do setor. Dentre eles, os dois com mais destaque são o INCTF – Índice Nacional de Custos de Transporte de Carga Fracionada e o INCTL – Índice Nacional de Custos de Transporte de Carga Lotação.

O INCTL atingiu o seu maior valor em 12 meses desde a sua criação em 2003 atingindo 24,98%. Por sua vez, o INCTF, com 22,32%, só teve um valor superior a 26 anos, ou seja, em agosto de 1995.

Ainda mais, fique por dentro das notícias através das nossas redes sociais: Instagram e Twitter 

Os INCTF e INCTL têm como objetivo principal medir a evolução dos custos operacionais de transporte rodoviário de cargas. Além disso, são índices do setor de transporte com grande repercussão e credibilidade, publicado no site da NTC e por todas as entidades que representam o transporte (Sindicatos e Federações), bem como em outros meios de comunicação. Eles servem ainda como instrumento de atualização de contratos públicos e privados no mercado de frete.

LEIA MAIS: Acompanhe o impacto da pandemia de coronavírus no transporte rodoviário de cargas e passageiros

É uma situação difícil para o setor, pois, é um índice inflacionário impossível de ser absorvido. Esta situação é resultado de aumentos nos principais insumos consumidos pelo setor: combustível, veículos e mão de obra que chegam a representar 90% dos custos envolvidos.

Compartilhe nas redes sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here