Por sua vez, o comércio eletrônico surgiu como alternativa para muitas empresas que antes atuavam apenas presencialmente. 

O isolamento social afetou o mercado de formas distintas. Alguns setores, principalmente os ligados ao turismo e mobilidade, sofreram queda significativa de demanda e, consequentemente, de receita. Por sua vez, o comércio eletrônico surgiu como alternativa para muitas empresas que antes atuavam apenas presencialmente.

Ainda mais, fique por dentro das notícias através das nossas redes sociais: Instagram e Twitter 

De acordo com os dados apresentados pela pesquisa Neotrust da Compre e Confie, o mercado digital alcançou a demanda de 82,8 milhões de pedidos no segundo trimestre de 2020. Para o mesmo período, o faturamento do setor foi histórico: R$ 33 bilhões, um crescimento de 104,2% em relação ao mesmo período do ano anterior.

LEIA MAIS: Acompanhe o impacto da pandemia de coronavírus no transporte rodoviário de cargas e passageiros

Com a alta demanda, as empresas de comércio eletrônico investem no aperfeiçoamento do serviço. Assim, buscando uma melhor experiência desde a compra ao recebimento de produtos. Apenas no segundo trimestre de 2020, ainda de acordo com a pesquisa Neotrust, o mercado de e-commerce recebeu 5,7 milhões de novos consumidores. Neste cenário, um bom atendimento ao cliente é essencial para a fidelização destes consumidores.

Compartilhe nas redes sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here