domingo, janeiro 19, 2020
Início Legislação Detran RS estima que preço da CNH pode cair entre 20% e...

Detran RS estima que preço da CNH pode cair entre 20% e 25%

Entre outras medidas, departamento acabou com valor fixo cobrado por CFCs, para estimular a concorrência

O diretor-geral do Detran do Rio Grande do Sul, Enio Bacci, afirmou nesta sexta (21) que o valor pago pela CNH pode diminuir entre 20% e 25% no Estado. 

O diretor-geral do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) do Rio Grande do Sul, Enio Bacci, afirmou nesta sexta-feira (21) que o valor pago pela Carteira Nacional de Habilitação (CNH) pode diminuir entre 20% e 25% no Estado.

Em entrevista ao programa Gaúcha Atualidade, Bacci estimou que duas portarias editadas pelo departamento podem baixar de 5% a 10% o custo do documento. As novas normas possibilitam a criação de Centros de Formação de Condutores (CFCs) em municípios com população superior a 20 mil habitantes. Dessa forma, acabam com o valor fixo para a prestação de serviços nos estabelecimentos, estimulando a concorrência.

Outros 14% de redução no custo da carteira de habilitação são atribuídos à diminuição de 25 para 20 horas na quantidade de aulas práticas obrigatórias. Além da retirada da obrigatoriedade do uso de simulador. Medidas determinadas na última terça-feira (18) pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

— O melhor caminho é o livre mercado e a concorrência. A portaria (do Detran-RS) libera os CFCs para fazerem promoção e concederem descontos. No entanto, mantem os atuais valores como teto. Ou seja: para baixo pode, só não pode subir — disse Bacci.

Qualidade dos serviços

De acordo com o diretor da autarquia, para evitar que a redução no preço comprometa a qualidade dos serviços prestados. Por isso, as equipes do Detran vão monitorar os centros de formação e devem criar um aplicativo para que os usuários avaliem o atendimento recebido.

—Se (o preço) estiver baixo demais, vai chamar atenção, como acontece com os combustíveis. Mas a partir de hoje os CFCs já podem dar descontos ou parcelamento. Creio que em 30 dias isso (novos preços) se acomoda de forma clara.

Em dois meses, o Detran deve emitir o primeiro relatório apontando os resultados do fim do tabelamento dos preços.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here