O Projeto de Lei 4474/20 pode retirar a obrigatoriedade da realização de aulas nas autoescolas para obtenção da CNH (Carteira Nacional de Habilitação).

O Projeto de Lei 4474/20 pode retirar a obrigatoriedade da realização de aulas nas autoescolas para obtenção da CNH (Carteira Nacional de Habilitação). De acordo com o projeto do deputado Kim Kataguiri (DEM-SP), as aulas de volante e teóricas passariam a ser facultativas. Segundo o parlamentar, a ideia visa tornar o processo para obtenção da CNH “menos burocrático e custoso”.

LEIA MAIS: Acompanhe o impacto da pandemia de coronavírus no transporte rodoviário de cargas e passageiros

Assim, os órgãos de trânsito deverão oferecer material gratuito em seu sistema eletrônico, permitindo a auto-instrução para a realização dos exames escritos. “O projeto permite que a instrução a futuros condutores possa ser feita de forma privada. Portanto, sem necessidade de o candidato frequentar uma autoescola”, avalia Kataguiri.

Já para o exame prático de direção, realizado na via pública, a instrução poderá ser feita por instrutor independente, credenciado junto aos órgãos de trânsito. No entanto, para se habilitar, o instrutor deverá possuir habilitação na categoria pretendida pelo candidato por no mínimo cinco anos; e não ter sido penalizado, nos últimos cinco anos, com suspensão ou cassação do direito de dirigir.

Ainda mais, fique por dentro das notícias através das nossas redes sociais: Instagram e Twitter 

O veículo utilizado durante o processo de instrução deverá conter identificação própria da condição de aprendizagem, nas formas estabelecida pelo Contran (Conselho Nacional de Trânsito).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here