A demanda por frete rodoviário no Agronegócio teve incremento de mais de 10% ao considerar o acumulado do ano. De acordo com o Índice de Fretes

A demanda por frete rodoviário no Agronegócio teve incremento de mais de 10% ao considerar o acumulado do ano. De acordo com o Índice de Fretes e Pedágios Repom (IFPR), houve um crescimento na procura entre janeiro e agosto de 2020.

LEIA MAIS: Acompanhe o impacto da pandemia de coronavírus no transporte rodoviário de cargas e passageiros

A Repom  é a especialista em soluções de gestão e pagamento de despesas para frota própria e terceirizada da Edenred Brasil. Dessa forma, traz mensalmente os dados e as análises do período e, ao analisar o mês de agosto com o mesmo período em 2019, é possível notar um aumento de 6,7% no volume de fretes rodoviários.

Ainda mais, fique por dentro das notícias através das nossas redes sociais: Instagram e Twitter 

Já a Indústria e o Varejo, tiveram um incremento de 6,8% nas demandas por frete considerando os oito primeiros meses do ano. Assim, reforçando a retomada das atividades econômicas. Ao considerar somente agosto, o crescimento no volume de frete foi de 6,3% frente ao mesmo mês do ano passado, mantendo o ritmo positivo observado desde junho. No entanto, é possível notar uma desaceleração de acordo com os números observados nos últimos dois meses – 50% menor frente a junho e 20% menor se comparado com julho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here