O caminhão da Volkswagen Caminhões e Ônibus, Delivery 11.180, alcançou 54,5% do total de licenciamentos do segmento de médios  no primeiro semestre do ano. No total, foram emplacados 3,8 mil veículos, sendo que um pouco mais de 2 mil unidades correspondem ao modelo da VWCO. Os dados foram divulgados no relatório da Fenabrave, federação que reúne os distribuidores de veículos no País.

Um dos motivos do forte desempenho é o enfraquecimento da Ford Caminhões, que decidiu deixar de operar na região. Com isso, começa a aparecer nos números com perda de participação (o Cargo 1119, seu maior representante no segmento tinha 22% ao fim do primeiro semestre de 2018 e encerra o mesmo período deste ano com 16%). No entanto, esse fator não responde tudo.

De acordo com o balanço de vendas consolidado pela Anfavea, a associação das fabricantes, a marca totalizou 2,8 mil caminhões do segmento no primeiro semestre, resultado que proporcionou uma fatia de 61% dos negócios e alta de 67% em relação ao apurado há um ano, quando os emplacamentos alcançaram 1,7 mil unidades.

O médio Delivery 11.180 tem vocação urbana em diversas operações, da distribuição de bebidas aos baús frigoríficos. A depender da aplicação, a montadora oferece até quatro distâncias de entre-eixos, podendo ser configurados com plataforma de carga de até 6,5 metros. Com peso bruto total (PBT) de 10.700 kg, entrega de carga útil de 7.300 kg a 7.450 kg.

No trem de força traz motor Cummins com tecnologia SCR de tratamento de gases de 3,8 litros, o que gera 175 cv a 2.600 rpm e torque de 600 Nm (61,2 kgmf) de 1.100 a 1.700 rpm. A transmissão é da Eaton, manual de seis marchas. A fabricante também fornece duas relações de redução no eixo motriz, fornecido pela Dana: 4,30:1 ou 4,10:1.

Fonte: Estradão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here