, assinaram um contrato para desenvolver em conjunto a próxima geração da tecnologia de abastecimento de hidrogênio líquido para caminhões

A Daimler Truck AG e a Linde, empresa global de gases industriais e engenharia, assinaram um contrato para desenvolver em conjunto a próxima geração da tecnologia de abastecimento de hidrogênio líquido para caminhões com propulsão por células de combustível. Dessa forma, com a parceria, elas visam tornar o processo de reabastecimento de hidrogênio tão fácil e prático quanto possível.

Ainda mais, fique por dentro das notícias através das nossas redes sociais: Instagram e Twitter 

Com isso, as empresas vão se concentrar em um novo processo para lidar com hidrogênio líquido (hidrogênio líquido “sub-resfriado”, “tecnologia sLH2”). Essa abordagem inovadora permite que o abastecimento seja feito com maior densidade, maior autonomia, mais rápido e com maior eficiência energética.

O novo processo vai usar níveis de pressão mais altos do que a do ambiente e controle de temperatura especial. Assim, evitando os chamados efeitos de fervura e “retorno do gás” (gás do tanque do veículo que retorna ao posto de abastecimento) durante o reabastecimento e não exigirá uma complexa comunicação de dados entre o posto de gasolina e o caminhão durante o reabastecimento.

LEIA MAIS: Acompanhe o impacto da pandemia de coronavírus no transporte rodoviário de cargas e passageiros

Em geral, a tecnologia permite conceitos mais simples de posto de abastecimento. A densidade melhorada para o armazenamento de energia é devida ao nível de pressão mais alto que o do ambiente, e aumenta a massa de hidrogênio no tanque.

 

Compartilhe nas redes sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here