Crise na Venezuela pode afetar preço dos combustíveis no Brasil

O presidente Jair Bolsonaro declarou nesta última quarta-feira (1º) que o preço do petróleo no Brasil podem subir devido a piora da crise na Venezuela.

Para avaliar a situação do país vizinho, o presidente participou de um reunião no Ministério da Defesa, em Brasília, juntamente com os ministros Fernando Azevedo e Silva (Defesa), Augusto Heleno (Segurança Institucional) e Ernesto Araújo (Relações Exteriores), além dos comandantes das Forças Armadas e do Estado Maior Conjunto.

“Política de reajuste está adotada. Vamos conversar para nos antecipar a problemas de fora que venham de forma bastante grave aqui para dentro no Brasil”, declarou Bolsonaro, que não deu mais detalhes de como a crise Venezuelana pode impactar o mercado de combustíveis brasileiro.

Veja mais: Oposição convoca novos protestos e repressão aumenta na Venezuela

Além disso, Bolsonaro comentou os efeitos da crise impactando diretamente o fornecimento de energia elétrica em Roraima, uma vez que o estado consumia energia fornecida da Venezuela. Devido as falhas recorrentes na linha de transmissão o fornecimento está suspenso.

De acordo com Bolsonaro, o Brasil gasta por dia 1 milhão de litros de óleo diesel para abastecer as centrais térmicas no Estado. Como alternativa, ele defendeu a construção do Linhão de Tucuruí, para conectar Roraima ao SIN (Sistema Interligado Nacional), para reduzir a dependência do Estado da energia venezuelana.

Fonte: Folha de S. Paulo

Compartilhe nas redes sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here