Resultados da última Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) divulgados na quarta-feira (16), referentes a novembro, mostram que as atividades do setor de transporte enfraqueceram no segundo semestre do ano. Por isso a Confederação Nacional do Transporte (CNT) acredita que a alta de volume de serviços do setor deverá alcançar, no máximo, 2% no ano passado.

Em novembro, o segmento de transportes, serviços auxiliares aos transportes e correio avançou apenas 0,3% na comparação com outubro, a menor alta para o mês nos últimos três anos. Com isso, no acumulado de doze meses a alta somou 1,6%, reduzindo a tendência de alta observada no começo do ano passado. No acumulado de janeiro a novembro, a elevação chegou a 1,3%.

Além da paralisação dos caminhoneiros, ocorrida em maio, o tabelamento do frete rodoviário de cargas é uma das explicações para esses resultados, segundo a CNT.

Compartilhe nas redes sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here