Funcionários protestam contra mudanças no plano de saúde, apesar da empresa admitir dificuldades para mantê-lo

cionários dos Correios entraram em greve hoje (12), em todo o Brasil por tempo indeterminado. A paralisação é um protesto contra a mudança no plano de saúde dos funcionários que envolvem a retirada de cobertura de pais, cônjuges e filhos e também pela cobrança das mensalidades.

Uma das empresas mais antigas do país, os Correios buscam há anos novas fontes de receita. Com um prejuízo maior que 6 bilhões de reais, entre os anos de 2013 a 2017. O governo no ano passado chegou a cogitar uma privatização ou abrir o capital da companhia, mas o plano ficou na gaveta.

Os Correios realizaram programas de demissões para redução de custos. A empresa, nunca respondeu nenhuma das 45 mil reclamações feitas no site Reclame Aqui.

“A forma de custeio do plano de saúde dos Correios segue, agora, para julgamento pelo TST (Tribunal Superior do Trabalho). A empresa aguarda uma decisão conclusiva por parte daquele tribunal para tomar as medidas necessárias, mas ressalta que já não consegue sustentar as condições do plano, concedidas no auge do monopólio, quando os Correios tinham capacidade financeira para arcar com esses custos”, informou os Correios em nota à imprensa.

Compartilhe nas redes sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here