Consórcio Infraestrutura Brasil, apresentaram nesta quarta-feira (8) oferta de R$ 1,1 bilhão para o lote do corredor rodoviário Piracicaba-Panorama (Pipa)

O Fundo Pátria e o Fundo Soberano de Cingapura (GIC), por meio do Consórcio Infraestrutura Brasil, apresentaram nesta quarta-feira (8) oferta de R$ 1,1 bilhão para o lote do corredor rodoviário Piracicaba-Panorama (Pipa), em São Paulo, a maior licitação de rodovias já realizadas no país.

O resultado representa um ágio de cerca de 7.200%, em relação ao valor mínimo estabelecido em R$ 15 milhões. Além disso, o Pátria ofertou o dobro da proposta de sua única concorrente, a Ecorodovias que ofereceu R$ 527,05 milhões, que corresponde a um ágio de 3402,13%

De acordo com o edital a concessionária deve administrar o trecho por 30 anos. Além disso, esta previsto um investimento de cerca de R$ 14 bilhões. Segundo o governo, nos dois primeiros anos já está programado o aporte de R$ 1,5 bilhão.

O valor será investido na infraestrutura rodoviária de 1.273 km, que atravessa São Paulo desde a região de Campinas até o extremo Oeste do estado, na divisa com o Mato Grosso do Sul. Segundo a Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp), a previsão é a de que a nova concessionária inicie a operação no primeiro semestre de 2020.

“Um grande resultado. Certamente coloca São Paulo no contexto internacional para estimular que outros investidores participem dos próximos leilões. O Fundo Soberano de Cingapura, associado ao Consórcio Infraestrutura Brasil, pela primeira vez faz um investimento deste porte aqui no Brasil. Isso vai gerar benefício para milhões de brasileiros, não apenas no transporte de cargas, mas também no transporte de passageiros, no turismo e no desenvolvimento econômico”, afirmou o governador João Doria.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here