O mês de julho foi de recordes para o Consórcio Librelato. Ao longo do período, o melhor da história do negócio, foram quase 300 cotas vendidas

A Librelato  lançou oficialmente, na Fenatran 2019, o novo semirreboque graneleiro com a tecnologia PRÓ-NIO. O material reúne uma série de vantagens em relação aos implementos para o transporte de grãos existentes no mercado brasileiro e internacional.

Com a nova tecnologia PRÓ-NIO aplicada ao Semirreboque Graneleiro de três eixos e 12,50 metros de comprimento, a Librelato garante um aumento de carga transportada da ordem de 780kg, já que o aço utilizado na fabricação contém o Nióbio em sua composição, o que torna a liga mais resistente em relação aos aços estruturais. Dessa forma, permitindo maior capacidade de carga e maior rentabilidade ao transportador.

Em um desenvolvimento conjunto com a Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração (CBMM) – líder mundial em fornecimento de produtos de Nióbio, e a SSAB – empresa sueca líder mundial em produção de aços avançados. O novo produto passou pela etapa de construção e avaliação de protótipos, com testes práticos em campo, até a validação final e liberação para venda. De acordo com Rafael Bett, “a utilização do Nióbio permitirá oferecer produtos mais inovadores e diferenciados em relação aos implementos graneleiros disponíveis atualmente no mercado”.

Expectativas otimistas

A nova linha Graneleira PRÓ-NIO estará à venda a partir da Fenatran. De acordo com Bett, os modelos atuais de produtos graneleiros continuarão presentes no portfólio da Librelato, enquanto os novos modelos desenvolvidos com tecnologia PRÓ-NIO farão parte de uma linha específica e tecnologicamente mais avançada para o segmento graneleiro.

A empresa espera um crescimento gradativo de participação do novo conceito no mix de vendas dessa linha de produtos,  a partir do momento em que o mercado começar  a assimilar suas vantagens e o maior retorno sobre investimento que proporciona. Atualmente a linha graneleira da Librelato responde por mais de 40% das vendas da empresa.

Compartilhe nas redes sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here