Apesar do momento delicado em função da pandemia do coronavírus, a Mercedes-Benz comemora o marco de 1.000 caminhões extrapesados da linha Novo Actros

A Fenabrave divulgou o fechamento dos números da venda de veículos no Brasil em 2020. De acordo com a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores, foram emplacados, no total, 3.162.851 unidades em 2020, ante 4.036.046 registradas em 2019. Portanto, a queda foi de 21,6%.

Já no segmento de caminhões, foram registradas 89.207 unidades em 2020. Assim, representando uma redução de 15,74% sobre as 101.733 unidades vendidas em 2019. Em dezembro, as vendas foram de 9.639 unidades.

LEIA MAIS: Acompanhe o impacto da pandemia de coronavírus no transporte rodoviário de cargas e passageiros

“Os fabricantes de caminhões tiveram muita dificuldade para atender à demanda, por conta da retração da produção, provocada pela pandemia, na indústria. A boa oferta de crédito e a melhora dos preços das commodities são fatores positivos, que impulsionaram e continuam mantendo a procura aquecida”, comenta o Presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Júnior.

As vendas em dezembro mostraram crescimento no comparativo com novembro de 2020 e com dezembro de 2019, o que é um ótimo indicativo de melhora para o segmento.

Ainda mais, fique por dentro das notícias através das nossas redes sociais: Instagram e Twitter 

Nos doze meses do ano, a Mercedes-Benz registrou 30.081 caminhões vendidos, que representam 33,72% do mercado. Volkswagen foi a segunda colocada, com 25.594 unidades vendidas, com 28.69% de mercado.

O ranking completo de vendas por marca

Mercedes-Benz – 30.081 unidades – 33,72% de participação

Volkswagen – 25.594 unidades – 28,69%

Volvo – 14.974 unidades – 16,79%

Scania – 8.704 unidades – 9,76%

Iveco – 5.065 unidades – 5,68%

DAF – 3.831 unidades – 4.29%

Ford – 575 unidades – 0,64%

Hyundai – 226 – 0,25%

Agrale – 17 – 0,02%

JAC – 13 – 0,01%

Compartilhe nas redes sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here