A matriz da fabricante chinesa de caminhões Foton passará a colaborar com a operação brasileira, Foton Aumark do Brasil, que desde 2010 comercializa e investe no mercado nacional. Os asiáticos elegeram o País como um dos mais estratégicos e importantes em seu plano de expansão, por ser o maior da América Latina e sétimo do mundo.

Com isso novos produtos serão introduzidos no mercado, complementando o portfólio formado atualmente por comerciais leves e caminhões leves produzidos na Agrale, em Caxias do Sul (RS) – enquanto a companhia segue com seu plano de construção de uma fábrica na cidade gaúcha de Guaíba, interrompido pela crise.

Um dos caminhões importados da China será o Foton 3.5-11 DT, já disponível na rede de concessionários. Outros estão em fase de homologação.

“Há mais de uma década estudamos cuidadosamente o mercado brasileiro que, para nós, é de grande importância dentro de nossa estratégia de globalização da marca. Entramos no País por meio de nossa representação comercial, pelas mãos de brasileiros com indiscutível conhecimento do mercado nacional. Entendemos ser o momento mais apropriado para iniciarmos essa nova etapa, agora com nossa cooperação direta na operação”, explica Darren Lu, executivo da matriz Foton responsável pelos negócios da marca no Brasil.

A Foton vende cerca de 600 mil veículos por ano no mundo, 90% comerciais. São 40 mil colaboradores, duas mil concessionárias e faturamento de US$ 7,5 bilhões. O Brasil terá a quinta fábrica fora da China – já são produzidos modelos na Tailândia, Vietnã, Quênia e tem uma em construção na Argélia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here