De acordo com a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), faltou pouco para que houvesse um entendimento sobre a tabela do frete.

De acordo com a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), faltou pouco para que houvesse um entendimento sobre a tabela do frete. A entidade participou nesta terça-feira, 10, de uma reunião de conciliação com caminhoneiros no Supremo Tribunal Federal (STF).

Ainda mais, siga-nos no Instagram e fique informado sobre tudo que acontece no setor de transportes

Segundo Rudy Ferraz, advogado da CNA, a expectativa é que um acordo seja fechado na próxima reunião sobre o assunto, marcada para o dia 27 de abril. O objetivo da reunião foi avançar com o impasse da criação de um piso mínimo para o transporte rodoviário.

Além disso, o advogado disse que a CNA busca defender uma eventual tabela de referência. Dessa forma, a composição seria uma medida preventiva para que os caminhoneiros não percam valor em relação ao frete.

Compartilhe nas redes sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here