Buser lança venda de pacotes turísticos

A startup aposta no novo modelo após atingir a marca de 7 milhões de clientes cadastrados

Buser lança venda de pacotes turísticos unindo viagens rodoviárias e hospedagem. A aposta no novo modelo vem após bater a marca

Buser lança venda de pacotes turísticos unindo viagens rodoviárias e hospedagem. A aposta no novo modelo vem após bater a marca de 7 milhões de clientes cadastrados. Já são mais de 750 destinos em todo o país.

Nessa primeira fase, a Buser está vendendo pacotes que incluem deslocamento pelo modelo de fretamento colaborativo para o hóspede ficar em hotéis 3 estrelas ou resorts, disponíveis para duas, quatro ou seis diárias. As viagens saem de São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte (MG), em ônibus executivo e semi leito.

LEIA MAIS: Acompanhe o impacto da pandemia de coronavírus no transporte rodoviário de cargas e passageiros

Quem sai da capital paulista tem como destino Cabo Frio (RJ) e o Rio, ficando hospedado em Copacabana. Há também opção de viagem mais curta para Olímpia (SP), com hospedagem em resorts. Já quem embarca no Rio pode viajar para São Paulo, Paraty (RJ) e Búzios (RJ). Os viajantes que saem de BH poderão desfrutar das praias de Guarapari (ES), Cabo Frio e da capital fluminense. Como as origens e destinos são escolhidos de acordo com o feedback dos clientes, a ideia é ampliar a outras cidades à medida que o serviço for crescendo.

O período de vendas vai até o dia 15 de junho. Os pacotes não são válidos para o feriado de Corpus Christi (16 a 19 de junho) e incluem café da manhã. Mais informações no link: https://gp.buser.com.br/pacotes

Ainda mais, fique por dentro das notícias através das nossas redes sociais: Instagram e Twitter 

A Buser também está de olho nas chamadas OTAs (Online Travel Agencies). Recentemente, a startup se aliou à Hurb (Hotel Urbano), para testar um pacote específico para Cabo Frio, que esgotou as vagas em quatro semanas. A inédita parceria é uma aposta em um novo formato de pacotes turísticos justamente para levar o ônibus para o público de internet, que só olhava para o aéreo até pouco tempo atrás.

“Com o aumento no preço das passagens aéreas e a nova dinâmica do turismo interno e de proximidade, vimos mais uma oportunidade para colocar o ônibus na agenda dos turistas. Os pacotes trazem um serviço de valor agregado ao nosso produto de fretamento, facilitando a vida dos viajantes. Por que não então testar mais esse modelo?”, ressalta Gabriela Miranda, diretora de novos negócios da startup.

Compartilhe nas redes sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu Nome aqui!