pela União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA) o ano de 2019 registrou um recorde histórico de consumo de etanol no Brasil.

De acordo com dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) compilados pela União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA) o ano de 2019 registrou um recorde histórico de consumo de etanol no Brasil. Foram comercializados 32,8 bilhões de litros. Assim, registrando 10,5% de crescimento em relação a 2018 – alta de 3,1 bilhões de litros no período.

Ainda mais, siga-nos no Instagram e fique informado sobre tudo que acontece no setor de transportes

Desse total, o consumo de etanol hidratado respondeu por 22,5 bilhões de litros, aumento de 16,3%. Além disso, outros 10,3 bilhões de litros correspondem ao anidro, o aditivo à gasolina. Dessa forma, o Brasil se posiciona na dianteira da sustentabilidade. Uma vez que o etanol de cana emite 90% menos gases causadores de efeito estufa (GEE) em comparação a gasolina. Sendo assim, um dos maiores mercados consumidores de combustíveis renováveis do mundo.

A manutenção de um contexto externo favorável a ampliação das vendas de biocombustível possibilitou ao Brasil consumir 2,74 bilhões de litros de etanol a cada 30 dias durante o último ano. Essa é a maior média de vendas mensais já registrada em toda série histórica.

Em pelo menos cinco federações o etanol foi responsável por abastecer mais da metade da matriz de transportes leves. Isso significa que nestes estados (Mato Grosso, Paraná, Minas Gerais, Goiás e São Paulo) foram consumidos, em média, 2,1 litros de etanol a cada litro de gasolina pura vendida.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here