A mais nova edição do Plano CNT de Transporte e Logística estima em R$ 1,7 trilhão os investimentos necessários para as 2.663 obras elencadas como fundamentais para solucionar os problemas atuais e modernizar a infraestrutura do Brasil, em todas as modalidades de transporte.

O estudo, divulgado na segunda-feira (27), identifica um conjunto de intervenções na infraestrutura de todos os modais (rodoviário, ferroviário, aquaviário e aéreo, além do transporte público e urbano). Os projetos consideram a estrutura existente, identificando obsolescências, gargalos e descontinuidades. Ainda são feitas recomendações para a sua adequação e ampliação, bem como para a construção de novos projetos.

“O Plano CNT de Transporte e Logística deixa claro o enorme desafio que o próximo presidente terá que enfrentar. Com as inúmeras demandas que pesam sobre o Estado, o setor público sozinho não dará conta de arcar com todo esse investimento. Será preciso atrair a iniciativa privada com oferta de segurança jurídica, bons projetos e retorno atraente para os investidores”, afirmou o presidente da CNT, Clésio Andrade, lembrando que o país precisa de infraestrutura para voltar a crescer.

Para saber mais, acesse o site planotransporte.cnt.org.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here