A tabela de frete, que regula o piso mínimo de valores para o transporte rodoviário de cargas, deve ter mudanças até o dia 20 de janeiro.

O Bndes (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), melhorou as condições do Crédito Caminhoneiro. Dessa forma, o financiamento que previa um limite no valor de R$ 30 mil, passa para R$ 100 mil. Além disso, houve mudanças em relação aos prazos dos empréstimos e carência. O prazo foi ampliado de dois anos e meio para cinco anos, com 12 meses de carência.

Desde que foi lançado, em abril, o programa de financiamento só teve um empréstimo aprovado. Dessa forma, com as atualizações o governo espera fazer a iniciativa funcionar melhor. Ainda mais, será possível custear investimentos prévios. Isso porque, poderão ser aceitos documentos fiscais emitidos até 180 dias antes da data de pedido do empréstimo ao BNDES.

De acordo com assessoria do BNDES, em nota enviada ao Estadão, os usuários estavam com dificuldade de aderir ao programa. “O banco vinha recebendo informações dos clientes sobre dificuldade de acesso ao programa. Portanto, a nova gestão do BNDES implementou as alterações, a fim de tornar o programa mais atrativo”.

As alterações nas condições do BNDES Crédito Caminhoneiro passaram a valer na última terça-feira, 13. As operações são indiretas, ou seja, repassadas por bancos comerciais que operem com o BNDES – esses bancos ficam responsáveis pela aprovação do financiamento e pela exigência de garantias.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here