Amanhã começa oficialmente um dos maiores eventos do setor varejista no país.: A Black Friday. A tradicional data promete produtos com custos reduzidos,

Amanhã começa oficialmente um dos maiores eventos do setor varejista no país.: A Black Friday. A tradicional data promete produtos com custos reduzidos, queimas de estoques e muitas vendas em lojas físicas e principalmente online. No entanto, tal demanda gera desafios proporcionais a todo o setor de transporte de carga. exigindo planejamento e muito gerenciamento para que as empresas possam cumprir os prazos de entrega.

A Black Friday, momento especial de compras e vendas que ocorre logo após o feriado de Ação de Graças nos Estados Unidos, vem ganhando cada vez mais força no Brasil. A expectativa da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm) é que o setor fature R$ 3,45 bilhões este ano na data. Por sua vez, a Associação Paulista de Supermercados (Apas) espera que as vendas nesses estabelecimentos cresçam 4,2% no período.

Para João Paulo Caldana, diretor Executivo da Dachser Brasil, o planejamento adequado é tudo. “Para se beneficiar de dias de promoção como a Black Friday, todas as fases do processo logístico devem ser consideradas, desde a importação das mercadorias até o armazenamento e a entrega ao cliente. É importante que os varejistas trabalhem com um provedor de logística profissional para garantir que as entregas sejam feitas com segurança, dentro do prazo e com o melhor custo.”

Para o executivo, tudo precisa estar no radar daqueles que importam e exportam. “Processos eficientes de transporte e armazenamento são cruciais para garantir que bens suficientes estejam disponíveis no momento certo. Assim, momentos como a Black Friday, quando as vendas explodem, podem ser tratados com maior sucesso”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here