A Petrobras vai reajustar mais uma vez os preços da gasolina e do diesel para as distribuidoras. De acordo com o comunicado divulgado nesta segunda-feira

O reajuste do preço do óleo diesel nas refinarias da Petrobras, no último dia 28, de R$ 0,25 por litro, já foi completamente repassado aos consumidores finais. De acordo com levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) demonstra que o combustível ficou R$ 0,25 mais caro nas bombas.

LEIA MAIS: Acompanhe o impacto da pandemia de coronavírus no transporte rodoviário de cargas e passageiros

Se considerada a média de preços da semana anterior à alta da Petrobras, o valor saltou de R$ 4,707, e agora é encontrado a R$ 4,961. Isso significa que qualquer acréscimo a esse valor, a partir de agora, servirá para que empresas de distribuição ou de revenda refaçam suas margens de lucro.

Apesar dessa alta recente, os preços praticados no Brasil ainda estão abaixo dos internacionais e não há oportunidade de importação neste momento, segundo a Associação Brasileira dos Importadores de Combustíveis (Abicom).

Ainda mais, fique por dentro das notícias através das nossas redes sociais: Instagram e Twitter 

Para a entidade, a valorização do brent e o câmbio seguem pressionando os preços domésticos. Desde o dia 29, o preço de importação do litro do diesel já subiu R$ 0,36. Com isso, a diferença entre os mercados brasileiro e internacional seria de R$0,60/l, em média. “As janelas de oportunidade de importação estão todas fechadas, tanto para gasolina quanto para o diesel”, diz Sérgio Araújo, presidente da Abicom.

Compartilhe nas redes sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here