Uma nova norma da ANVISA para transportadores de produtos farmacêuticos entrou em vigor na ultima terça (16) e revogou a resolução anterior.

ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) publica nova norma para transportadores de produtos farmacêuticos que entrou em vigor na ultima terça (16). A instituição revogou a resolução anterior e instaurou novas medidas no processo. A RDC nº 430 atualizou o guia de boas práticas de armazenagem, distribuição e transporte de medicamentos.

LEIA MAIS: Acompanhe o impacto da pandemia de coronavírus no transporte rodoviário de cargas e passageiros

Segundo o diretor da especialidade de transporte de produtos farmacêuticos do SETCESP (Sindicato das Empresas de Transportes de Carga de São Paulo e Região), Gylson Ribeiro, os destaques foram para o monitoramento das condições de transporte. As medidas estão relacionadas à especificações de temperatura e umidade do medicamento e outras condições aplicáveis. Regras de armazenagem e dados de conservação do produto também estão inclusos na resolução.

Ainda mais, fique por dentro das notícias através das nossas redes sociais: Instagram e Twitter 

Dessa forma, os transportadores da modalidade terão que iniciar a preparação operacional para as adequações à nova norma com certo grau de complexidade. Além disso, o setor necessitaria de um montante de R$6 bilhões em investimento, segundo dados da NTC&Logística (Câmara Técnica de Carga Fracionada da Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logítica).

Compartilhe nas redes sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here