A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) espera apresentar até o uma minuta de nova resolução para aumentar a transparência na variação dos preços de derivados do petróleo no Brasil até o final do mês. Segundo afirmou à Agência Brasil o diretor-geral da entidade, Décio Oddone, a proibição da antecipação dos reajustes está entre as medidas estudadas está. As alterações passariam a ser divulgadas necessariamente em tempo real.

A ideia é não permitir que as empresas fixem uma periodicidade para divulgação dos preços e determinar que os dados sejam divulgados para cada ponto de venda. A proposta deverá ser submetida a uma consulta pública antes de ser aprovada pelo órgão. A expectativa é de que todo o  processo seja concluído até o final de setembro, quando as regras definidas passariam a vigorar.

Segundo Oddone, a resolução deverá trazer regras para os variados agentes da cadeia produtiva do setor do petróleo, incluindo produtores, distribuidores, importadores, postos de combustível. “Havendo maior transparência, a sociedade aceita melhor a variação de preços”, avaliou o diretor-geral.

Fonte: Agência Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here