O transporte público parece estar mergulhado em uma crise sem fim. Altamente prejudicado pelos efeitos da pandemia do novo coronavírus

O transporte público parece estar mergulhado em uma crise sem fim. Altamente prejudicado pelos efeitos da pandemia do novo coronavírus, o setor será ainda mais fragilizado em função dos recorrentes reajustes no preço do diesel. Na última atualização de preços, anunciada na sexta, 19, o preço subiu 15,2%.

Ainda mais, fique por dentro das notícias através das nossas redes sociais: Instagram e Twitter 

De acordo com a Associação Nacional das Empresas de Transportes Públicos (NTU), o aumento desse combustível inviabiliza qualquer chance de recuperação do quadro crítico das empresas de ônibus urbano em todo o país. Por isso, hoje (19/2), em nova correspondência ao presidente da República, Jair Bolsonaro, a NTU reforça o alerta do setor. Segundo a entidade, os ajustes do diesel somam um impacto de 5,8% na planilha de custos das operadoras. Vale ressaltar que o combustível representa em média, 23% dos custos operacionais das empresas de ônibus.

“Não conseguimos entender a insensibilidade do Governo Federal com um serviço essencial que garante o direito de ir e vir de 43 milhões de passageiros transportados por dia”, destaca Otávio Cunha, presidente-executivo da NTU.

LEIA MAIS: Acompanhe o impacto da pandemia de coronavírus no transporte rodoviário de cargas e passageiros

Ainda de acordo com o presidente, o setor reconhece o esforço do Presidente da República, que já anunciou medida emergencial que zera tributos federais sobre o óleo diesel por 60 dias. No entanto, clama por soluções definitivas que passam pela reformulação da estrutura tributária incidente sobre o produto. Além disso, pela adoção de políticas de  preços especiais para setores essenciais como o de transporte público.

“Com esse novo reajuste,  o aumento acumulado no preço do combustível somará 27,5% somente este ano, ou 25,4% na comparação  com os preços praticados em janeiro de 2020”, explica o presidente da NTU.

Compartilhe nas redes sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here