O fluxo de veículos em estradas com pedágios teve redução de 2,5% em janeiro na comparação com o mês anterior. Assim, o movimento

A Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados do Paraná (Agepar) determinou que as concessionárias Ecocataratas e Ecovia reduzam o valor da tarifa de pedágio até o mínimo possível. Dessa forma, as empresas cobrariam o suficiente apenas para cobrar custos, em razão de erros nos pedidos de reajuste de 2016 e 2017.

De acordo com a Agepar, o Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR) deve apresentar, até o fim do mês, de quanto será essa redução.

A decisão é do Conselho Diretor da Agepar, fruto de uma reunião realizada no dia 10 de novembro, quando foram discutidos processos das duas concessionárias. A Agência informa que estudos e análises estão sendo realizados desde 2019.

LEIA MAIS: Acompanhe o impacto da pandemia de coronavírus no transporte rodoviário de cargas e passageiros

Segundo nota, divulgada pela Agepar nesta quinta-feira (12), no caso da Concessionária Ecocataratas foi aprovada a anulação da Resolução Homologatória nº 05/2016, em virtude de incompatibilidade dos índices de depreciação. Além disso, consta a incoerência na forma do reequilíbrio para os anos em que a concessionária não tinha direito ao chamado “degrau de pista dupla”. Ou seja, por não ter duplicado trechos da rodovia, a concessionária não tem direito ao degrau de pista dupla.

Ainda mais, fique por dentro das notícias através das nossas redes sociais: Instagram e Twitter 

No caso da Ecovia, de acordo com a Agepar, foi aprovada a anulação da Resolução Homologatória nº 05/2017, em virtude de incompatibilidade dos índices de depreciação. A alteração da regra de depreciação do contrato, realizada pelo 5º Termo Aditivo, modificou a equação econômica-financeira inicial.

Compartilhe nas redes sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here