De acordo com dados da Cargo X, startup que conecta empresas a transportadoras, já huve uma queda de 7,5% no movimento dos transportadores

De acordo com dados da Cargo X, startup que conecta empresas a transportadoras, já houve uma queda de 7,5% no movimento dos transportadores entre 21 de fevereiro e 21 de março no Brasil. Além disso, 90% dos motoristas não quer fazer viagens interestaduais e , assim, estariam procurando cargas para voltar para a casa.

LEIA MAIS: Acompanhe o impacto da pandemia de coronavírus no transporte rodoviário de cargas e passageiros

Segundo o levantamento da Cargo X, milhares de restaurantes e serviços estão de portas fechadas durante a quarentena. Por isso, a falta de alimentação e serviços básicos para os motoristas pode causar uma queda no transporte de insumos, visto que 75% do transporte de insumos no Brasil é feito via estrada, gerando um possível desabastecimento.

Ainda mais, fique por dentro das notícias através das nossas redes sociais: Instagram e Twitter 

“O desabastecimento até agora tem acontecido, quando tem acontecido, mais por consequência do desespero do consumidor”, confirma Federico Vega, CEO da Cargo X. De acordo com a Apas (Associação Paulista dos Supermercados), o movimento nos supermercados do estado cresceu 48,5% entre 20 de fevereiro e 19 de março. Porém, isso pode mudar em breve drasticamente se os transportadores não tiverem condições de trabalhar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here