Depois de amargar quatro anos de queda nas vendas, a indústria de de implementos rodoviários volta a mostrar sinais firmes de recuperação. Segundo a Anfir, que reune os fabricantes do produto, o volume de implementos rodoviários fabricados de janeiro a março desse ano atingiu a marca de 17.581 unidades. O número traduz um crescimento de 53,28%, quando comparado aos 11.470 implementos produzidos no ano retrasado.

“Isso mostra um resultado consolidado de recuperação no primeiro trimestre, com tendência a continuar ao longo do ano”, afirma o presidente da entidade, Alcides Braga, que ressalta que a indústria tem capacidade instalada para abastecer o mercado. “O setor tem condições de acompanhar a curva de crescimento de emplacamentos”, garante.]

Os números referentes ao primeiro trimestre de 2018 mostram que o segmento que apresentou maior evolução foi o de reboques e semirreboques da linha pesada, com 76,76% de variação positiva. No período foram emplacados 8.670 produtos contra 4.905 unidades nos primeiros três meses de 2017.

Já o segmento de carrocerias sobre chassis, que constitui a linha leve, totalizou exatas 8.911 unidades fabricadas no período de janeiro a março, ante 6.565 carrocerias e produtos similares no primeiro trimestre de 2017, traduzindo um crescimento de 35,73%.

Segundo Mario Rinaldi, diretor Executivo da Anfir, “a curva positiva no mercado de implementos rodoviários é um termômetro importante para toda a atividade econômica”, um prenúncio de que os tempos difíceis vão ficando para trás.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here