A Scania acaba de atingir a marca de 20 mil veículos conectados no Brasil, desde o lançamento do serviço em janeiro de 2017. Com isso, são cerca de 18.800 caminhões e 1.200 ônibus ativos. De acordo com a fabricante, a meta é atingir 28 mil até o final de 2019.

“Toda esta inteligência de dados nos proporcionam resultados práticos fantásticos. Conseguimos ir bem no detalhe da operação do cliente para economizar combustível e diminuir emissões de poluentes, aumentar a rentabilidade e disponibilidade da frota, além de ajudar a melhorar a condução do motorista e diminuir os acidentes”, afirma Roberto Barral, vice-presidente das Operações Comerciais da Scania no Brasil.

Nos Serviços Conectados Scania os dados são enviados por um módulo (Communicator), instalado nos veículos desde maior de 2016; para veículos a partir de 2012 é possível também instalar, mas com um custo. São duas opções de pacotes (Análise e Desempenho). O análise, gratuito por 10 anos, gera relatórios semanais e mensais. O desempenho, de custo muito competitivo, permite um acompanhamento em tempo real do veículo e do motorista, individualmente, e tem o retorno imediato do investimento.

“O mais interessante é que são 7 mil veículos com o pacote Desempenho, que representam cerca de 35% dos 20 mil. Ou seja, o cliente está investindo porque enxerga um benefício. Ele vê na prática o quanto pode diminuir de custos com diesel, desgaste de pneus e lonas, manutenção e, desta forma, aumentar a vida útil da composição”, diz Fábio Souza, diretor de Serviços da Scania no Brasil.

De acordo com o diretor, os 7 mil veículos com o pacote Desempenho colocam a Scania Brasil em quarto lugar no ranking mundial entre todos os mais de 100 países onde a fabricante atua.

Dos 7 mil, são 6.700 caminhões e 300 ônibus. Em junho de 2018, eram menos de 10 mil conectados e apenas 766 veículos com pacote mais completo. “A opção do Desempenho pulou de 8% do total para os 35% deste momento. É um sucesso absoluto.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here