De acordo com a diretora de Refino e Gás da Petrobras, Anelise Lara, a Petrobrás aposta na expensão do mercado de gás.

De acordo com a diretora de Refino e Gás da Petrobras, Anelise Lara, a Petrobrás aposta na expensão do mercado de gás. Em pronunciamento, nesta quarta 14, a diretora afirmou que um crescimento do gás seria bom para o país. Além disso, ela afirma que seria bom para a estatal também.

Por outro lado, Lara afirmou que será “muito complicado” para uma empresa sozinha assumir essa demanda. Comparando com o que a Petrobras vem fazendo há anos. Assim, espera-se que o mercado tenha expansão maior a partir de 2023/2025. Em razão de investimentos de projetos de gás na Bacia de Santos.

Segundo a executiva, serão necessários investimentos em logística para que isso chegue ao consumo. A ideia é que a Petrobras, juntamente com parceiros, realize tais ações. “Hoje, compramos o gás dos parceiros porque não há como ter outros carregadores participando desse processo. Por isso, a necessidade de revisão de modelo de entrada e saída (dos gasodutos), e a revisão do sistema tributário, para que outros atores possam entrar e comercializar o próprio gás”, explicou Lara.

Ainda mais, confira nossa página especial sobre combustíveis

Ela reafirmou que a Petrobras vai sair totalmente do setor de transporte, vendendo inclusive as participações que ainda possui nos gasodutos TAG e NTS. Além disso, lembrou que a partir de agora os agentes privados terão que agora andar em linha com os reguladores.

A empresa deixará também de ser a reguladora e garantidora do mercado de gás. “É um movimento inédito no Brasil. Contratos serão revistos e isso vai acontecer nos próximos dois anos. Portanto, será preciso muita capacidade de negociação do agentes”, afirmou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here