A partir da 0h da próxima segunda, os pedágios das rodovias paulistas ficarão mais caros. O aumento faz parte da atualização contratual anual das tarifas

A partir da 0h da próxima segunda-feira (1), os pedágios das rodovias estaduais paulistas ficarão mais caros. O aumento faz parte da atualização contratual anual das tarifas. Dessa forma, no Sistema Anchieta-Imigrantes (SAI), o aumento será de R$ 1,20, passando de R$ 26,20 para 27,40.

O índice aplicado é de 4,66%, relativo ao IPCA acumulado entre junho do ano passado e maio deste ano. A tabela completa com as tarifas que passarão a vigorar no dia 1º de julho foi publicada ontem no Diário Oficial e estará disponível também no site da Agência de Transporte do Estado de são Paulo (Artesp).

Desde 1998, início das concessões em São Paulo, o reajuste é aplicado todo dia 1º de julho, data estipulada nos contratos das três primeiras etapas do Programa. De acordo com a Artesp, como vem ocorrendo desde 2012. “Nos contratos da primeira fase foi aplicado o menor índice entre o IPCA e o IGPM (índice originalmente previstos nesses contratos, que elevaria o reajuste para 7,64%)”.

Leia também: Duplicação em trechos das BRs 381 e 262 pode gerar até 11 pedágios

Ainda na Baixada Santista, na rodovia Padre Manoel da Nóbrega (Km 280), passará de R$ 7,20 para R$ 7,60. Ao mesmo tempo, na rodovia Cônego Domênico Rangoni (Km 250), de R$ 12,20 para R$ 12,80.

Ecovias

Os demais pedágios administrados pela Ecovias também sofrerão reajuste. Portanto, no pedágio de bloqueio Batistini, no km 24 da Imigrantes, muda de R$ 6,00 para R$ 6,20. Simultaneamente, no bloqueio de Diadema, no km 16 da Imigrantes, passará de R$ 1,80 para 2,00. E no bloqueio de Eldorado, no km 20 da Imigrantes, a tarifa vai de R$ 3,60 para R$ 3,80.

Juntamente com os reajustes, haverá mudanças nas duas principais praças do SAI. Em Riacho Grande, no km 31 da via Anchieta, e Piratininga, no km 32 da Imigrantes, a tarifa passará a custar R$ 26,20.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here