Acompanhe a Editora Frota
Para prevenir o envio de spam, deixe este campo em branco.

 

Você está aqui

Mercado | quarta-feira, 06/09/2017 03:11

Transações de veículos usados crescem 8,79% em agosto

Considerando todos os segmentos automotivos, foram transacionadas 1.360.191 unidades no mês passado, contra 1.250.217 veículos em julho
Considerando todos os segmentos automotivos, foram transacionadas 1.360.191 unidades no mês passado, contra 1.250.217 veículos em julho
A Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) divulgou nesta quarta-feira (6), que as transações de veículos usados, considerando todos os segmentos somados (automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motocicletas, implementos rodoviários e outros) apresentaram crescimento de 8,79% em agosto, na comparação com o mês anterior. 
 
No total, foram transacionadas 1.360.191 unidades em agosto, contra 1.250.217 veículos em julho. Já na comparação com o mês de agosto/2016, o resultado geral apresentou alta de 7,86% nas transações. Também houve crescimento no acumulado do ano. Entre janeiro e agosto de 2017 houve alta de 7,93% sobre o mesmo período de 2016.
 
Se avaliados os segmentos, as transferências de caminhões e ônibus usados apresentaram alta 11,83 % em agosto, na comparação com o mês anterior. Foram transacionadas 38.736 unidades em agosto, contra 34.639 em julho. Em relação a agosto/2016, houve aumento de 9,30% nas transações destes veículos. No acumulado de 2017, houve crescimento de 6,57% sobre o mesmo período de 2016. 
 
Para o presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Júnior, o mercado de usados vem mantendo a tendência de alta. “O destaque no resultado de agosto foi que as transações de veículos usados, apesar da continuidade do movimento de alta, não acompanharam o crescimento das vendas de veículos novos. Com isso, o índice de proporcionalidade de troca caiu de 5,2 usados transacionados para cada novo emplacado (proporção em julho), para 4,9 em agosto, tendo, como principal motivo, a baixa oferta de veículos seminovos”. 
 
Acompanhe, na tabela a seguir, os dados de emplacamentos de veículos usados para cada segmento automotivo. 
 
 

Deixe seu comentário