Acompanhe a Editora Frota
Para prevenir o envio de spam, deixe este campo em branco.

 

Você está aqui

Infraestrutura | quarta-feira, 17/05/2017 04:41

Ministro dos Transportes promete acabar com atoleiros na BR-163 até 2018

Situação das estradas dificulta acesso de caminhoneiros até locais de escoamento de safra
Situação das estradas dificulta acesso de caminhoneiros até locais de escoamento da safra
O ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella, prometeu dar um fim ao lamaçal que, todos os anos, toma conta de trechos da BR-163, no Pará, formando filas de milhares de caminhões de carga à espera de uma solução para o escoamento da safra. 
 
O ministro disse que todas as obras de pavimentação do Pará contam com orçamento de R$ 644 milhões para este ano e que o caos logístico, que ocorre em todo início de ano na região, não se repetirá em 2018. 
 
A BR-164, que corta o Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e Pará, é o principal eixo rodoviário para o escoamento de carga da região Centro-Oeste. Neste ano, caminhoneiros que conseguiam cruzar os mil quilômetros da estrada, caso não tombassem pelo caminho, estavam levando 14 dias para concluir a viagem.
 
"Não vamos permitir que aconteça, na próxima safra, o que aconteceu nesta", comentou Quintella, ao responder um questionamento sobre obras no Pará. Segundo o ministro, as empresas que farão as obras de cada lote já foram contratadas. 
 
Fonte: Diário de Pernambuco
 

Deixe seu comentário